sexta-feira, 4 de agosto de 2017

Propriedades nutracêuticas da Berinjela



Os alimentos funcionais situam-se no limite dos alimentos comuns e dos fármacos tradicionais, sendo definidos como alimentos que promovem algum efeito benéfico no organismo, retardando ou impedindo o aparecimento de doenças crônicas e, principalmente o envelhecimento. Termos como nutracêuticos, alimentos funcionais para a saúde, fitoquímicos, agentes chimopreventivos e antioxidantes são definidos por médicos, cientistas, industriais e entidades profissionais.
Por conter em sua composição substâncias terapêuticas, a berinjela tem sido citada por diversos autores como uma das culturas que pode ser classificada como alimento funcional (MINISTÉRIO DA SAÚDE, 1999).
Guimarães et al. (2000) avaliaram a redução dos níveis de colesterol no sangue após a ingestão de infusão preparada com o pó da berinjela. Dezenove Indivíduos hipercolesterolêmicos receberam a infusão e outros 19 receberam placebo. Não se observou diferença entre os tratamentos. Entretanto, na análise intraindividual, houve redução significativa dos níveis do colesterol LDL e de apolipoproteina B no sangue, o que indica tendência de redução dos níveis de colesterol no sangue.
Segundo Pastore (2005), a berinjela contém fenóis que atuam como antioxidantes. Apresentam atividade antiinflamatória, evitam a aglomeração das plaquetas sanguíneas e a ação de radicais livres no organismo, protegendo moléculas de DNA (responsáveis pelo código genético) e lipídeos, abortando assim os processos carcinogênicos.
Segundo Netzel et al. (2001), as antocianinas e proantocianinas, responsáveis pelo pigmento da berinjela, inibem a produção de radicais livres. As proantocianinas têm habilidade em se quelar aos metais tóxicos.
Os pesquisadores ainda não desvendaram totalmente como agem os princípios ativos da berinjela, mas acreditam que auxiliam a digestão, combatem o colesterol e inibem em parte a absorção intestinal de gorduras, contribuindo para a regulação do plasma sangüíneo.

Propriedades medicinais da Beringela

Beringela é um dos legumes mais conhecidos em todo o mundo. Além da beleza de sua cor roxa, contém vitamina B5 e sais minerais como cálcio, fósforo, ferro e boas quantidades de niacina e potássio.
As propriedades e minerais da beringela mantêm a saúde da pele, nervos, aparelho digestivo, e ajuda na manutenção da concentração do líquido das células. “ Os minerais contribuem para formação dos ossos e dentes, construção muscular e coagulação do sangue”.

A beringela tem o poder de diminuir o colesterol e reduzir a acção doas gorduras do fígado. O sumo da beringela é utilizado nas inflamações dos rins, bexiga e uretra como poderoso diurético.

“ A beringela também é recomendada para quem sofre de artrite, gota, reumatismo, diabetes e inflamações da pele em geral. Como tem poder laxante, aconselha-se nas indigestões e prisão de ventre”.
Origem
Historiadores acreditam que a Índia é o local de origem da beringela. Relatos do século V mostram que a China já a cultivava, mas tudo indica que o lugar mais provável da origem da beringela é o sudeste asiático, devido à grande variedade de espécies encontradas ali.

Na Europa, a beringela chegou no século VIII quando os Mouros invadiram a Espanha. A beringela veio parar na América com a chegada dos exploradores espanhóis e portugueses.
Propriedades Nutricionais
A beringela apresenta pouca gordura saturada e colesterol. É composta por vitamina A, vitaminas do complexo B (B1, B2 e B5), vitamina C, Vitamina K e minerais (cálcio, fósforo, potássio e magnésio).

Cada 100 gramas do vegetal cru tem cerca de 26 Kcal. Por este motivo, é uma excelente opção para quem quer eliminar peso.
Propriedades Medicinais
A beringela tem propriedades capazes de reduzir o colesterol, especialmente o LDL (conhecido como colesterol ruim), diminuir a pressão sanguínea, além de ser recomendada nos casos de artrite, diabetes e inflamações da pele em geral.

Ela também é digestiva, nutritiva e laxante, sendo indicada em casos de desnutrição e prisão de ventre. Uma boa alternativa para o seu consumo é em forma de suco. Basta bater 1/4 de beringela com o suco de duas laranjas.
Curiosidades
Apesar de ter chegado na Europa no século VIII, a beringela só foi aceita como alimento em toda a Europa no século XVIII. Primeiramente elas foram utilizadas pelos italianos e ingleses somente como planta decorativa.

Conhecida como “maçã louca” a beringela era acusada de causar insanidade. Os franceses, inclusive, acreditavam que ela seria capaz de causar epilepsia.

Dicas úteis

Na hora de comprar, sempre opte pelas beringelas mais firmes e que apresentam uma coloração roxa uniforme, forte e brilhante. Nunca escolha as beringelas com partes machucadas ou enrugadas.

Também não compre as que estejam muito maduras, pois geralmente possuem sabor amargo. Para retirar o gosto amargo da beringela, você deve cortá-la ao meio e esfregá-la com sal. Ou então, você pode deixá-la coberta com água e sal, limão ou vinagre, durante 15 a 20 minutos.

Já para conservá-la, escorra a beringela e seque com papel absorvente. Guardada no frigorífico, dentro de um saco plástico, ela pode durar de uma a duas semanas.




Nenhum comentário:

Postar um comentário